Economia

Diminuição na inflação para os grupos de baixa renda

PUBLICADO EM: 24 de junho de 2019

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada realiza levantamento de dados que revela a diminuição na inflação para os grupos de baixa renda.

No dia 14 de junho foi realizada a pesquisa que afirma números de 10% de inflação para a parte das pessoas pobres, enquanto as famílias mais ricas foram registradas o número da taxa de 18%.

Segundo a pesquisa feita pelo Ipea, o indicador de inflação por taxa de renda registrou em maio, pelo segundo mês consecutivo, uma diminuição no ritmo de preços da inflação para todas as classes sociais, principalmente para as menores rendas que obtiveram 10% de taxa e 18% para as famílias de maiores poderes aquisitivo. Algo que em doze meses acumulado de junho de 2018 para maio de 2019, a inflação das famílias mais pobres é de 5,05% maior do que a taxa das famílias ricas com taxa de 4,4%.

A pesquisa também nos explica que dos 19 subgrupos que completam a segmentação de “alimentação no domicílio” dez destes aparentam ter deflação em maio. Os itens que apresentam maiores quedas de preços segundo o site da Ipea, foram tubérculos como mandioca, batata, batata salsa, inhame, rabanete, cenoura, beterraba e nabo com -7,3%, hortaliças como a cebola, alho, folhas de alface, repolho; talos e hastes de aipo, aspargos e funcho; e flores como a couve-flor, alcachofra e brócolis -4,6%, cereais como arroz, milho, trigo, aveia, centeio, sorgo, cevada -5,0% e frutas -2,9%. Logo, esses produtos possuem maior preço na hora da compra para as famílias com renda mais baixa. Sendo assim, a queda desses preços ajudou a anular, em parte, a alta de energia elétrica com 2,2%, gás de botijão 1,4% e produtos farmacêuticos com 0,82%.

Já para as famílias de maior poder aquisitivo, a inflação em maio foi impactada pela alta de 2,6% no preço da gasolina e no aumento de planos de saúde de 0,80% e serviços médicos com 0,56%. Enquanto os alimentos tiveram contribuição para a desaceleração, mas em menor ritmo.

Comparado com o mês de maio no ano passado segundo o Ipea, os alimentos foram responsáveis pela redução da taxa de todas as classes de renda. Mas que no caso das famílias de menor poder aquisitivo, houve recuo de 0,31% e a inflação caiu de 0,41% para 0,10%. E para os que possuem maior poder aquisitivo, houve queda de 0,20 pontos porcentuais. Em geral, a taxa de inflação em maio de 2018 caiu de 0,38% para 0,18% em maio de 2019.

Segundo a pesquisa o indicador de Inflação por Faixa de Renda é calculado mensalmente, com base nas variações de preços de bens e serviços disponibilizados pelo Sistema Nacional de Índice de Preços ao Consumidor (SNIPC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Grupo Green Card

Marketing

Recomendados

Gestão de pessoas

Revolução Farroupilha O Grupo Green Card, [...]

Saúde e bem estar

Setembro Amarelo Setembro é o mês em que é [...]

Sustentabilidade

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) [...]