Gestão de pessoas

Mães em Home Office

PUBLICADO EM: 8 de maio de 2020

O novo Coronavírus tem transformado a forma como as empresas trabalham. A Green Card, assim como empresas dos mais diversos setores, adotou o home office na rotina dos colaboradores como forma de evitar aglomerações e diminuir as chances de contaminação.

Por meio das ferramentas digitais, é possível realizar reuniões online, videoconferências, criar grupos privados e gerenciar tarefas corporativas.

Mas como conciliar isso tudo no meu de brinquedos, canetas coloridas e voz de criança chamando a todo instante? Ser mãe e trabalhar em home office é um desafio enorme. Mas, de acordo com elas, também é um privilégio poder trabalhar de casa, olhando os filhos de perto, atendendo sempre que possível.

Para Kadigia Huff, mãe da pequena Liz de 8 meses: “Não é tarefa fácil conciliar trabalho em home office, com casa e filho. Por sorte, estou contando com a ajuda das avós, que se revezam em quinzenas aqui em casa para que eu possa trabalhar. Mas claro, tem um lado muito bom nisso tudo, que é poder acompanhar o crescimento, evolução e mudanças constantes dela.  Imagina, em meio a um dia ruim, com preocupações e problemas da rotina, de repente eu vejo dois bracinhos esticados em minha direção falando “mama”, foi a melhor sensação da vida!”

Contar com as avós, para quem pode, representa uma grande ajuda, ainda mais neste momento. Os pais também têm um importante papel neste período de quarentena.

Organizar e planejar a programação do dia é uma boa estratégia para fazer o trabalho render. Aproveitar os momentos em que as crianças estão dormindo ou fazendo alguma tarefa pode ser uma boa solução.  

Essa é a estratégia da Sonia Ávila, mãe da Sophia (12 anos) e do Davi (6 anos). “Pela manhã tudo é mais calmo pois a turma dorme um pouco mais. A função começa após as 10h e então não para mais, principalmente com o Davi em fase de alfabetização. Seguimos firmes e estamos conseguindo administrar bem esse tempo, ainda mais com a ajuda do marido. A parte boa disso tudo é poder estar mais presentes na vida deles e isso vale mais que qualquer coisa. Um beijo e um eu te amo em meio a um atendimento que as vezes pode não ter sido muito bom vale muito. Isso faz nossos dias serem melhores. ”

Joyce Velloso é outra mãe que criou uma rotina para trabalhar com os filhos Carlos (12 anos) e João Paulo (7 anos), mas confessa que o desafio é grande: “ Trabalhar em casa sempre é um desafio! Por aqui, conseguimos montar uma rotina, mas temos dias bons e dias ruins. Nos dias bons, conseguimos terminar as tarefas escolares dentro do turno da manhã, tudo flui bem. Tem dias que a preguiça e a ansiedade se acumulam e tudo fica mais difícil. Mas estar com eles sempre é bom! Entre livros, tarefas da empresa, tarefas da casa e bom humor, acho que vamos levando bem. ” 

Conversar com os filhos e com o marido é um bom começo para que tudo funcione. Maria Clara Gomes, mãe do Luiz Felippe (13 anos), fez isso quando percebeu que as cobranças estavam grandes. “Mãe você só trabalha”, era a frase mais ouvida.

Foi então que Maria sentou e conversou com o filho e com o marido. Nos dias de muito stress o esposo assume o auxílio nas atividades da escola. Para ela: “O isolamento nos impõe uma nova realidade. Amo meu trabalho, amo meu filho único muito mais que tudo. Todos os dias vamos equilibrando os pratos como malabaristas no circo. E assim seguimos. ”

Recomendados

Saúde e bem estar

Você sabia que hoje é o Dia Mundial do [...]

Sustentabilidade

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) [...]

Saúde e bem estar

Hoje é celebrado o Dia Nacional do Chefe de [...]